quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Terá chegado o fim?


Escrevo de cabeça vazia. Sem pensamentos organizados, sem ideias pensadas. Escrevo conforme as palavras me vêem à cabeça. Vou escrever o que os dedos quiserem e não rever nem "embelezar" o que daí resulta.



Não sei se será o fim. Talvez seja. Talvez tenha até já chegado e eu o tivesse ignorado. Ou talvez estivesse apenas a desenhar-se ao longo do tempo e agora se concretize. Ou talvez ainda não seja desta que aqui escrevo as minhas últimas palavras. Mas talvez caminhe nesse sentido...



Sempre foi um prazer escrever aqui. E continua a ser. Assim como sempre foi, e continua a ser, seguir certas pessoas que há muito por aqui me acompanham.



Não é de agora que a falta de tempo tem sido inimiga. Deixei há meses de ter internet em casa e no trabalho, com mais tarefas a cada dia, torna-se demasiado complicado manter a assiduidade do meu blog e das visitas aos vossos. Para além disso, será instalado dentro de poucos dias um novo sistema informático e, a avaliar pelas escassas informações que nos chegam, o acesso à internet estará bastante condicionado e controlado.



Também sei que talvez mais falta eu sinto e sentirei de estar ausente daqui, do que aquela que sentem de mim. Porque, e vamos ser realistas, o que há mais por aí são pessoas que bastante se dedicam aos seus blogs e os mantêm cativantes assim como a cada dia novos e originais blogs aparecem por aqui.



Volto a dizer que não sei se isto será o fim. Mas se for, faço questão de dizer que levo daqui boas recordações.



Tive oportunidade de conhecer , ainda que a nível virtual, pessoas que transmitem muito boa-disposição, pessoas humildes mas de coração grande, pessoas tão iguais a outras tantas e ainda assim tão diferentes e tão únicas. Também existiram más experiências, poucas felizmente, e nada importantes quando comparadas com as experiências positivas.



Conheci também algumas poucas pessoas pessoalmente e devo dizer que as pessoas reais por detrás do blog em muito superaram aquelas que virtualmente se mostram.
E uma dessas pessoas mostrou ser das pessoas de mais coração puro conheço. E até ontem, ter-se lembrado de mim sem saber que nesse preciso momento eu estava num momento mau, esteve a meu lado mesmo estando longe. Sabes quem és, não sabes?



Não sei se é mesmo o fim. Talvez o do blog seja. Talvez as ausências sejam cada vez mais longas. Mas é tudo uma incerteza.



Mas não é o meu fim. Com blog ou sem blog, a vida continua. E entre o emprego, a recente mudança para casa nova (que está a dar muitas chatices e ocupa muito do já pouco tempo livre que tinha), a preparação da chegada do meu piolho (que à velocidade a que o tempo corre estará nos meus braços não tarda), as "trongas" que tenho em casa e que às vezes me tiram do sério... entre tudo isso... a minha vida continua... e a vossa também.



Por falar na chegada do meu tesouro, aqui estamos nós a 2 dias de completar 24 semanas de gravidez:



Termino agora o post sem "adeus", mas com um "até já!" porque isto não é uma despedida... pelo menos não quero que seja...



13 comentários:

Cátia disse...

Minha querida Amiga,

É com grande orgulho que te chamo assim. Vão já muitos anos que nos conhecemos e vão também anos que se criou uma grande amizade entre nós. Tal como tu, espero que este não seja o fim deste blog, afinal é sempre um meio de chegarmos a outras pessoas, e uma forma de exprimirmos o que pensamos e o que sentimos. E isso faz-nos sempre falta. E tu sabes disso...

O teu piolho, como quem diz o meu sobrinho, está a caminho e sei também que isso mudará a tua forma de estar e de ver o mundo. Não é tempo de promessas sobre o futuro aqui, que seja o que melhor te fizer sentir em cada momento. Aqui ou por ai... os amigos ficarão sempre.

Gosto muito muito de ti, não apenas o que mostras por aqui, mas quem de facto és. Obrigada por tudo, e termino como comecei este comentário: é um grande orgulho poder chamar-te Amiga.

Beijinho grande,
CA

Lígia disse...

Aproveita o momento bom da tua vida agora...e depois volta com energias recarregadas e cheia de histórias para nós;)

Pandora disse...

Linda Carracinha, como eu percebo a falta de tempo.....
Tenho muita pena que deixes de vir aqui tantas vezes como gostarias, mas acredita que os tempos atribulados vêm aí...e como eu fiquei feliz por saber que o tempo te vai escassear cada vez mais!!!

Claro que estou a falar do vosso "pimpolho". Que alegria que senti ao ler esse teu post!
PARABÉNS, PARABÉNS, PARABÉNS!!!
Venha de lá esse menino tão desejado, seja ele loiro ou moreno, carequinha ou cabeludo, chorão ou calminho, que venha forte e saudavel, para alegrar as vossas vidas.
Beijos...mais do que muitos, para compensar os tempos de ausencia (um dia voltarás aqui, tenho a certesa).

Lurdes disse...

O fim de algo é tão somente o início de outro algo.
Eu costumo despedir-me sempre com um até logo, embora te responda também a ti com um até já... espero continuar a ter notícias tuas, mesmo não sendo por aqui...
E a menina, faz favor de se lembrar que esse piolho depende de si, ok?! Todos precisamos descansar de vez em quando. mesmo quando não há tempo!

Beijinhos grandes e muitas felicidades.

GK disse...

Passei por aqui para te dizer que ainda me lembro de ti. :) Não tenho vindo ler-te. Andei desaparecida... Mas torço por ti... e pelo teu tesouro!!! :) Parabéns! :)))

Suspeita disse...

Espero que consigas organizar a tua vida o melhor possível, e que entre a casa nova e as exigências do trabalho, consigas encontrar a melhor forma de dar resposta a tudo.

Desejo, do fundo do coração, que o teu tesouro, tão desejado, seja tudo aquilo com que sonhaste e que tudo te corra pelo melhor (com todo o cansaço e stress que vais certamente sentir mas que serão largamente compensados pelo amor que lhe tens e pelos sorrisos que ele te dará)!!

Se no meio de tudo isto ainda arranjares um tempinho para manter o teu blog (ou vir até ao meu) melhor! Mas o essencial está primeiro! E esse, como todos sabemos, é invisível aos olhos! Sê feliz!

Beijinhos e Felicidades! :)))

Rute disse...

Mesmo sem falta de tempo tens que ter um tempinho para ti e aproveitar essa fase maravilhosa.
Compreendo-te muito bem.
Beijocas grandes e até já

Rubi disse...

Nao tem de ser o fim, faz as coisas ao teu ritmo. Beijinhos

CAP CRÉUS disse...

Haja vida e saúde! Cabeça erguida!
Tudo a correr bem!:-)
Bjos

CAP CRÉUS disse...

Boas,

Já tinha escrito algures sobre a minha Joana.
Teve de ser adormecida em Julho. Foi duro muito duro e ainda hoje me custa falar sobre, e mesmo pensar.
Obrigado por perguntares.
16 anos de pura felicidade :-)Isso é que conta, não é?
Estas melhor? Bjos

Saltos Altos Vermelhos disse...

Carracinhaaaaa, nao nos deixes! Estas linda, linda assim gravida! Amei!!!

CAP CRÉUS disse...

Obrigado! E sim, foi muito feliz! Sempre!
Espero que td continue a correr bem. E já sabes. Nada de correr maratonas nesta fase!
Juizinho :-)
Bjos

Rute disse...

Desejo-te tudo de bom. Um Natal repleto de muito amor na companhia daqueles que amas. Muitas prendinhas e muitos docinhos
Beijinhos